Amazonas é o estado que mais vacinou proporcionalmente no país

Dados do consórcio da imprensa mostram que 3,65% dos amazonenses receberam o imunizante

O Amazonas contabiliza 153.581 de doses da vacina da Covid-19 aplicadas, o que corresponde a 3,65% da população. Proporcionalmente, é o estado que mais vacinou no Brasil, seguido pelo Distrito Federal, que imunizou 3,45% da sua população com a primeira dose. Os dados, divulgados na terça-feira (9), são do consórcio de veículos da imprensa, formado pelo Jornal O Globo, G1, Extra, O Estado de São Paulo (Estadão), Folha de São Paulo e UOL. 

A vacinação no estado começou de forma simbólica em 18 de janeiro com a aplicação da dose na enfermeira indígena Vanda Ortega. Do total de vacinados, cerca de 50 mil são trabalhadores da saúde, 37.523 são indígenas aldeados, 25.655 são idosos com mais de 80 anos e 21.775 são idosos de 75 a 79. Além deles, há uma pequena parcela de idosos com mais de 60 anos que vivem em instituições, pessoas com deficiência permanente e pessoas com comorbidade. 

Amazonas recebeu doses extras, mas ritmo da vacinação ainda é lento

O Amazonas recebeu doses extras do imunizante por conta do acordo entre governadores que considerou o colapso do sistema de saúde do estado. Embora lidere o ranking de vacinação proporcional ao número de habitantes, o estado utilizou apenas 33% das 459.420 doses disponíveis, ficando atrás somente do Tocantins, que utilizou 16%, Roraima (18%), Acre (20%), Rondônia (27%) e do Amapá, que fez uso de 29% dos imunizantes disponíveis. 

Na manhã de segunda-feira (8), o governo do Amazonas realizou a distribuição da quarta remessa de vacinas para municípios do interior. Essa carga é referente à chegada de 96.200 doses da vacina Coronavac, que ocorreu um dia antes. De acordo com nota técnica do Ministério da Saúde, essa remessa tem como objetivo imunizar todos os profissionais da saúde remanescentes e iniciar a imunização de idosos na faixa de 70 a 74 anos, sem comorbidades. 

Parte das doses recebidas são do Plano de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, proporcional a todos os estados. Outra parte é do Fundo Estratégico criado com 5% do total de vacinas, usado para atender os casos prioritários mais graves da pandemia, como acordaram governadores anteriormente. O patrulhamento do imunizante no Amazonas é realizado pela Polícia Militar, 24 horas por dia. Além de escoltar o transporte do aeroporto para o estoque, os policiais atuam no transporte do material distribuído, acompanhando representantes de municípios do interior até o aeroporto.

Foto: Valdo Leão / Semcom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *